quarta-feira, 26 de outubro de 2016



Como devo amar a Deus?

"Amarás pois o senhor teu Deus de todo o teu coração, de toda a tua alma, de todo o teu entendimento e de toda a tua força." (Mc 12:28-34). Entendemos, que as nossas declarações de amor a Deus devem ser fruto de uma vida de obediência a Ele, e que as vezes isso vai custar alguns sacrifícios...
Mas como devo amar a Deus? Amar a Deus exigir muito de nós, é uma entrega total de seus sentimentos, anseios, desejos e sonhos. E quando isso acontece, faz com que as nossas declarações de amor sejam verdadeiras e cheias de um sentimento puro, santo e agradável. E com certeza, transforma a nossa vida e a de quem ouve, pois passa a entender, que é possível amar a Deus de uma maneira toda especial, sem hipocrisia e fingimento, mais em espírito e em verdade.
No texto de Mc 12:28-34, Jesus ensina com devemos amá-lo, como é importante cumprir esse mandamento, que é chamado nessa passagem de " O Grande Mandamento". Ele nos ensina que amar a Deus exige:
1-Todo coração: a sede dos sentimentos e da motivação (Sl:6-1).
2-Toda alma: a vitalidade e o tempo integrado (Sl :84-2 e Cl: 3:1-4).
3-Todo o entendimento: a inteligência (Rm:12:2 , 1Co 2:16 e Fl: 4:8).
4-Toda força: a vontade e o esforço (Agostinho declarou: ama a Deus e faze o que queres, porque purifica as intenções).
5- Amar o próximo como a si mesmo.
O interessante é que nesse texto o escriba complementa o que Jesus nos ensinou, dizendo que amar o nosso próximo como a nós mesmos, é o mesmo que amá-lo. (1Jo: 4.20).
O próprio Deus nos deu a receita de como devemos
amá-lo e ainda nos ensinou o primeiro mandamento: amarás o teu Deus de toda ..., não se separa do segundo que é: amarás o teu próximo como a ti mesmo, e que não a sacrifícios e nem votos ,nem "santidade" que sejam maior do que amá-lo dessa forma que ele nos ensinou. Que o nosso amor pelo mestre em amar, exceda a todos os holocaustos e sacrifícios.

Nenhum comentário:

Postar um comentário